Mobilização “Oferta de Resgate” quer ampliar trabalhos missionários


No dia 9 de outubro a Igreja Missão Cristã Mundial (MCM) fará uma grande mobilização para despertar o cristão brasileiro a contribuir com a evangelização.


A “Oferta de Resgate” é um evento anual realizado pela MCM e os recursos levantados já serviram para a perfuração de poços na Tribo Turkanas, no Quênia; para comprar equipamentos hospitalares na Somália; para construir escolas no Nepal, em Guiné-Bissau e em Moçambique; além de servir para abrir casas para acolher viúvas e crianças em situação de risco.

São vários os projetos sustentados através dessa mobilização da MCM, podemos citar também o envio de recursos para a construção de 47 casas no Nepal em 2015, casas que serviram para dezenas de famílias que perderam tudo o que possuíam por conta do terremoto que abalou aquele país.
Mas há muito ainda para ser feito, por isso os projetos da MCM precisam da ajuda dos cristãos brasileiros.

Nos projetos da igreja estão: a produção de um longa-metragem que contará a história de crianças resgatadas por meio do Programa Meninas dos Olhos de Deus; construção de uma torre de Oração 24 horas em Portugal; compra de mais equipamentos hospitalares para Somália; implantação de igrejas no deserto do Quênia e apoio a creches e escolas nas favelas da África.

Igrejas interessadas em participarem desse projeto podem entrar em contato com a MCM www.mcmpovos.com e realizarem eventos com o objetivo de levantar recursos para essa obra missionária.

Fonte: GospelPrime

Liberdade religiosa é violada


O ocorrido está afetando as igrejas que já enfrentam muitas restrições e tem travado uma verdadeira luta com os narcotraficantes colombianos para manter a igreja de pé.

De acordo com os últimos relatórios da Portas Abertas, o Instituto Colombiano do Bem-Estar Familiar (ICBF), uma instituição governamental, passou a impor às instituições educacionais cristãs, creches e orfanatos, que alterem os seus currículos pedagógicos (baseados em princípios bíblicos), incluindo a ideologia de gênero. Houve um grande protesto que reuniu milhares de cristãos em todo o país.

Como resultado da nova política, algumas fundações cristãs já fecharam suas portas por discordarem com a decisão da liderança colombiana. Líderes cristãos de várias denominações estão denunciando as medidas governamentais e apontando para a violação da liberdade religiosa no país.

O ocorrido está afetando aos fieis que já enfrentam muitas restrições e tem travado uma verdadeira luta com os narcotraficantes colombianos para manter a igreja de pé, principalmente nas regiões dominadas pelas FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). A Colômbia é a 46ª nação na Classificação da Perseguição Religiosa, onde muitos cristãos já estão sendo atacados. Ore por essa nação.

Fonte: Portas Abertas

Cristão idoso arrisca a própria vida para evangelizar


O que impulsiona esses guerreiros norte-coreanos a continuar evangelizando é o fato de saberem que irmãos do mundo inteiro oram por eles

Minho* é um colaborador da Portas Abertas que trabalha no país mais fechado do mundo e o que mais hostiliza o cristianismo: Coreia do Norte. Para o governo norte-coreano os cristãos são vistos como desprezíveis. Realizar trabalhos de evangelização por lá é uma tarefa perigosa, aqueles que se arriscam a levar as boas novas de Cristo fazem isso sabendo que correm risco de vida. Declarar-se um cristão é uma ofensa à liderença da nação.

Contudo Minho, em seus setenta anos, ainda viaja para vilas que ficam em regiões fronteiriças, por amor aos refugiados norte-coreanos escondidos, só para compartilhar com eles o evangelho e falar de Jesus, por meio de alguns impressos que costuma carregar. No mês passado, porém, o colaborador foi confrontado por um ladrão que o espancou em uma rua escura, onde não havia ninguém para socorrê-lo. Ele não se importou em sair todo machucado da situação, e ainda seguiu louvando a Deus, pois o ladrão não levou seu material tão valioso que usa para evangelizar.

O que impulsiona esses guerreiros norte-coreanos a continuar evangelizando mesmo sabendo que estão expostos a situações perigosas é o fato de saberem que irmãos do mundo inteiro oram por eles. O apoio da igreja livre é essencial para que a Igreja Perseguida tenha êxito em manter o evangelho vivo em nações tão hostis. A sua intercessão pela igreja na Coreia do Norte tem mais valor do que você imagina.

*Nomes e imagem alterados por motivos de segurança.

Pedidos de oração

  • Ore por Minho, para que seja protegido durante suas viagens. Mesmo com idade avançada ele ainda continua perseverando em sua missão. Peça ao Senhor para fortalecê-lo e sustentá-lo em todos os seus caminhos.
  • Clame por todos os cristãos perseguidos na Coreia do Norte, para que alcancem outros corações, e assim, a igreja permaneça viva.
  • Interceda pelos prisioneiros, para que suportem todas as dificuldades.
  • Peça também pelos perseguidores, para que também sejam impactados pelo amor de Cristo.


Fonte: Portas Abertas

Missionários cristãos são proibidos de entrar na Nicarágua

Missionários cristãos são proibidos de entrar na Nicarágua

O governo da Nicarágua fechou suas portas para os missionários cristãos estrangeiros. O presidente Daniel Ortega, seguindo o viés ditatorial de seu governo, conseguiu o controle total do Parlamento, retirando os cargos dos deputados da oposição. Líder do movimento sandinista – de base comunista, ele é candidato único para as eleições em novembro e quer se reeleito pela terceira vez. Ortega está no poder desde 2001. A oposição tem afirmado que as próximas eleições serão uma “farsa”.

Preocupado com as repercussões de seu golpe contra a liberdade e a democracia, impediu a presença de observadores independentes durante o pleito. Alegando que deseja “controlar a influência externa”, decidiu impor também restrições na atividade missionária estrangeira.

Em agosto, o escritório de imigração da Nicarágua proibiu dois missionários católicos de entrarem no país. Os ministros vinham dar aulas em um curso de pós-graduação em Teologia de uma diocese local. Outros 41 padres e leigos que faziam uma peregrinação, vindos da vizinha El Salvador, também foram detidos na fronteira e mandados de volta.

Cerca de 300 pastores e missionários do México e de vários países da América Central tinham programado participar do encontro do Ministérios de Evangelismo para las Naciones. Por causa das novas leis, tiveram de cancelar sua viagem.

O presidente das Assembleias de Deus da Nicarágua, Rafael Arista, protestou contra a intransigência do governo.

“Os pastores estão preocupados com essa restrição para missionários e pastores que vêm para cá trabalhar com muitas pessoas carentes. São equipes médicas e de evangelização, entre outros diferentes tipos de trabalho social que fazemos. Esta medida prejudica o trabalho da Igreja neste país. ”
Arista lembra que cerca de 40% dos nicaraguenses são evangélicos. “Nosso apelo ao presidente Ortega é para revogar esta legislação definitivamente”. Ele vem clamando para que os pastores de todas as denominações do país se manifestem.

Há um temor que novas medidas que restringem a liberdade religiosa sejam impostas no país. No continente americano, até agora apenas Cuba possuía esse tipo de proibição.

Com informações de Christian Daily
Fonte: GospelPrime

“Jesus foi a melhor coisa da minha vida”, diz ex-muçulmano antes de morrer

“Jesus foi a melhor coisa da minha vida”, diz ex-muçulmano antes de morrer

Poucos dias antes de ser executado no Irã, um cristão reafirmou sua crença na vitória de Jesus sobre o diabo e pregou aos que estavam com ele no presídio. Ex-muçulmano, ele afirmou a todos que não se importava em morrer e que conhecer a Cristo foi “melhor experiência” de sua breve vida.

Alireza Asadi era uma das 12 pessoas executadas na prisão Gohardasht, em Karaj perto da capital Teerã. Dois dias antes de morrer, dia 27 de agosto, conseguiu falar com seu irmão, Mohsen. Seu testemunho foi compartilhado no Facebook e ganhou notoriedade após ser reproduzido pelo pastor Saeed Abedini, que ficou preso por 3 anos no Irã por pregar o evangelho.

“Mohsen, eu realmente acredito que há uma nova etapa começando para mim. Esta nova etapa é muito, muito mais agradável que a vida mundana. É isto o que eu realmente acredito”, disse Asadi em um vídeo enviado ao irmão. “Finalmente posso estar em paz. Não tenho nenhuma preocupação nem sentimentos ruins. Tudo vai bem comigo”, sublinhou.

Asadi compartilhou abertamente o Evangelho com os homens que estavam presos com ele, a maioria também condenados à morte, mas por crimes comuns. “Para muitos de vocês que perguntavam se eu sou um cristão ou não, agora posso dizer que sou. Tenho apenas mais um ou dois dias de vida… Eu quero dizer a todos que a melhor experiência que eu tive foi conhecer Jesus. Eu não quero forçar, mas os convido a conhecê-lo também. Se você ler duas frases da Bíblia, nunca mais vai querer deixá-lo”, testemunhou.

Embora não tenha revelado o motivo pelo qual foi preso, Asadi relatou que foi na penitenciária que ele conheceu a Deus de verdade. “Eu queria que Deus se revelasse a mim”, lembrou.

“Eu precisava de paz e Ele estava aqui. Quando mandei o diabo embora da minha vida, percebi que o mal não se atreveu a chegar perto de mim. Pude sentir e ver que o nome de Cristo é o nome acima de todos os nomes e que o inimigo não tem nenhuma autoridade sobre mim”.

Corajoso, Asadi mandou um recado aos líderes muçulmanos: “O julgamento de Deus sobre eles em breve virá e eles precisam temer a Deus (e se arrepender)”. Concluiu dizendo ao irmão: “Eu vou estar com Senhor, que é amor. Eu vou abraçá-lo e ele vai me abraçar também, sei disso. Seja feliz por mim”.

O pastor Saeed Abedini, que sofreu torturas e foi ameaçado de morte várias vezes enquanto esteve preso no Irã, aproveitou o testemunho de Asadi para pedir aos cristãos de todo o mundo que orem para que Deus amoleça os corações dos líderes muçulmanos no Oriente Médio.
“Regozijamo-nos com Asadi, porque sabemos que ele está com o Senhor Jesus Cristo hoje. Também sabemos que o Senhor punirá os maus. Oremos para que o Senhor os perdoe dos seus maus caminhos e os salve”, clamou.

Com informações de Gospel Herald
Fonte: GospelPrime

Faça uma doação

Destaque do portal

Curta

Parceiros

Tecnologia do Blogger.