sábado, 4 de abril de 2015

Não haverá mais cristãos no Oriente Médio, alerta parlamentar libanês


O parlamentar libanês Samy Gemayel resolveu apelar à comunidade internacional pedindo para que algo seja feito contra os extremistas islâmicos que estão atacando e destruindo cidades e matando cristãos.
“Se os Estados Unidos e a comunidade internacional não intervirem, os cristãos podem ser expulsos dos países árabes do Oriente Médio dentro de dois anos”, disse ele.

A declaração foi feita em uma rádio quando Gemayel fazia alertas sobre a violência no Oriente Médio lembrando que milhões de pessoas estão deixando suas casas para tentar fugir da violência.

O parlamentar é membro sênior do Partido Phalange e sua história de vida é marcada por casos de intolerância religiosa. Seu pai, Amin Gemayes, foi presidente do Líbano e seu irmão, Pierre, era membro do parlamento e ministro do governo até que em 2006 foi assassinato.

O tio de Gemayes, o ex-presidente Bashir Gemayes, também foi assassinato. Eles fazem parte de uma histórica família cristã. Mas não são apenas os cristãos que correm risco de morte com o avanço dos extremistas, os muçulmanos moderados também são alvos desse grupo.

“Hoje todos os moderados da região estão no centro do fogo cruzado entre duas grandes potências extremistas. De um lado há o Estado Islâmico, na Síria e Iraque, e do outro, o Estado Islâmico do Irã. Então você tem dois Estados islâmicos com duas ideologias muito extremistas lutando uns contra os outros. E os moderados estão presos entre estes dois poderes”.

O parlamentar também denunciou que os líderes cristãos regionais e comunidades minoritárias não estão recebendo apoio suficiente da comunidade internacional e por isso ele resolveu se manifestar e pedir ajuda.

Com informações Portas Abertas
Fonte: GospelPrime

0 comentários:

Postar um comentário

Siga-nos

Contato rápido

Nome

E-mail *

Mensagem *

Parceiros

Tecnologia do Blogger.