sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Contra exploração sexual, missionários fazem cultos em boate

Contra exploração sexual, missionários fazem cultos em boate

Missionários cristãos participantes do projeto Iris Fortaleza resolveram lutar contra a exploração sexual realizando cultos na boate da Praia de Iracema, localizada em uma zona reconhecida internacionalmente pela exploração sexual.
A equipe trabalha com crianças e adolescentes que já foram explorados no local, o projeto com essas crianças já completou quatro anos, mas os cultos são recentes.

Foi a própria casa quem convidou os missionários para evangelizarem no local. “Ficamos surpresos com o agir de Deus e empolgados com a possibilidade. Deus agiu de uma maneira sobrenatural, e conseguimos alcançar o coração de Deus para aquele lugar, tanto que hoje já realizamos o segundo culto no local”, afirmaram os organizadores.

Os missionários trabalham evangelizando e fazendo acolhimento nas zonas de prostituição na capital cearense. O projeto também inclui a sensibilização e a mobilização sobre o tráfico humano, acompanhando meninos e meninas que abandonam as ruas em busca de trabalho.
Eles relatam que no ano passado, durante a época da Copa do Mundo no Brasil, algo muito marcante aconteceu com uma jovem que recebeu proposta para “trabalhar” no México. Desconfiados de que se tratava de um golpe de tráfico de pessoas, os missionários resolveram clamar a Deus por uma intervenção divina.

“Oramos para ver uma maneira de Deus agir naquela situação, sabendo dos riscos que ela e nosso time estaria correndo. Dois de nossos missionários resolveram conversar com o homem para ver as suas intenções. Nesse tempo, oramos sobre a vida dele e pedimos que Deus se revelasse a ele de alguma maneira. Depois de uns dias fomos surpreendidos com um testemunho impactante. O rapaz revelou suas intenções sobre o tráfico e disse que não podia fazer aquilo com a jovem por ter recebido uma revelação de Deus”, contam.

O Ministério Iris foi fundado por Heidi e Rolland Baker e tem sua sede em Moçambique. Em Fortaleza os missionários realizam trabalhos nas favelas mais violentas da cidade, sempre realizando projetos junto aos mais esquecidos pela sociedade e que são sedentos pela Palavra de Deus como as prostitutas, os traficantes, órfãos e as viúvas.

Fonte: GospelPrime

0 comentários:

Postar um comentário

Siga-nos

Contato rápido

Nome

E-mail *

Mensagem *

Parceiros

Tecnologia do Blogger.