quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Índia vai acolher cristãos perseguidos do Paquistão e Bangladesh

Índia vai acolher cristãos perseguidos do Paquistão e Bangladesh

Uma notícia dada pelo site The Hindu diz que a Índia está planejando alterar a Lei de Cidadania de 1955 para conceder direitos individuais e coletivos para refugiados do Paquistão e de Bangladesh que foram vítimas de perseguição religiosa.

A alteração da lei não beneficiaria apenas os hindus, mas outras religiões como budistas, cristãos, zoroastristas (seguidores do profeta Zaratustra ou Zoroastro), sikhs (5ª maior religião do mundo, em número de seguidores) e jainistas (uma das religiões mais antigas da Índia).
A lista publicada pelo site, porém, não menciona o movimento religioso Ahmadiyya e nem seitas muçulmanas relacionadas ao fanatismo ou radicalismo.
Se o projeto se concretizar muitos serão beneficiados.  “Essas pessoas são imigrantes ilegais e não podem receber a cidadania”, comentou um funcionário do governo.

Várias reuniões foram realizadas pelo ministério responsável com o objetivo de encontrar formas para remediar a situação desses imigrantes ilegais. “Esta é uma ideia que foi lançada assim que Narendra Modi chegou ao poder. Foi verificado que muitas pessoas que fugiram para a Índia, por conta da perseguição religiosa, não têm documentos válidos ou estão com seus vistos expirados”, explica o site The Hindu.
A proposta deve ser definida no dia 31 de dezembro para garantir a cidadania a esses imigrantes desde que eles estejam a no mínimo sete anos no país e para naturalização o tempo mínimo é de 12 anos.

Fonte: GospelPrime

0 comentários:

Postar um comentário

Siga-nos

Contato rápido

Nome

E-mail *

Mensagem *

Parceiros

Tecnologia do Blogger.